quarta-feira, 30 de junho de 2010

Cama que (en)gole

Como se a loucura não bastasse, mais problema
como se o tempo não voasse, me fecho
me avecho , me provo, me mato de preguiça...

ódio e rebeldia em uma poesia
do poço, no fundo
as dores cruzam meu corpo
em toda a sua extensão, sinto falta
irmão

como se não bastasse, ainda não me orgulho...

Um comentário:

  1. Experimentando a DOR humana e ainda provocando a VIDA!!

    ResponderExcluir